Os implantes dentários são tratamentos muito comuns na ortodontia. No entanto, muito se fala sobre o assunto mas as informações são, muitas vezes, divergentes. Informações erradas na internet levam muitos pacientes a desenvolverem conceitos e ideias equivocadas sobre o tratamento. Criamos este artigo para esclarecer essas informações, e mostrar a você o que é verdade sobre o tratamento e as informações erradas, ou mitos.

       1. A estética dentária ficará prejudicada após a instalação do implante

 

Mito. Hoje existem muitas técnicas avançadas e vários tipos de implantes e próteses dentárias que podem ser usados nos pacientes. O resultado final depende da qualidade do tratamento feito e do profissional contratado. Alguns dos fatores que podem prejudicar a estética final do tratamento podem ser, por exemplo,a remoção inadequada de dentes ou mesmo o tempo de espera entre essa remoção e a instalação do implante. Com a orientação de um bom profissional, é possível obter um novo sorriso tão belo como o sorriso natural.

  1. O risco de rejeição do implante pelo organismo é grande

Mito. Quando os procedimentos recomendados são respeitados, somando-se ao uso de implantes feitos de titânio, material compatível com o organismo humano, as chances de que se ocorram rejeição são pequenas, girando em torno de 8%. Problemas podem ocorrer em casos onde haja erro humano, como a inserção de implantes em áreas com inflamações, má-qualidade do material empregado, dentre pequenas falhas durante o procedimento cirúrgico, podem causar falhas na ossointegração do implante (o que chamamos de falsa rejeição).

No entanto, mesmo quando todos os procedimentos ideais são respeitados e são utilizados materiais de excelência, ainda existem os 8% de possibilidade de que não haja a fixação do implante. Quando isso ocorre, ele precisa ser removido, mas pode ser colocado outro implante no mesmo local. Precisamos respeitar o tempo do organismo.

  1. Implantes importados são melhores que os nacionais

No que se refere à qualidade, é um mito. As empresas nacionais investem muito em P&D (Pesquisa e desenvolvimento), e vêm obtendo resultados tão interessantes quanto (ou até superiores) a grandes fabricantes internacionais. Oriente-se sempre com seu dentista – ele deverá estar atualizado com relação às melhores marcas e lhe oferecer um leque de opções para que, juntos, vocês escolham o melhor implante a ser usado. Uma das vantagens do uso de implantes importados é que alguns deles possuem um período de cicatrização menor comparado aos nacionais. Converse bastante com o seu dentista antes de optar por um ou outro implante.

  1. É recomendado instalar o implante logo após a remoção do dente perdido

Verdade. Uma vez que o dente é removido, inicia-se o processo de cicatrização da área. Caso ocorra muito tempo entre a remoção do dente e a instalação do implante, será necessário maior instalação de enxertos ósseos, o que pode complicar e atrasar a instalação do implante, podendo inclusive complicar o processo de fixação do implante no osso, a osseointegração.

  1. É possível instalar as próteses no mesmo dia da instalação do implante

Nesse caso, depende da situação. Na maioria dos casos, se a prótese for instalada logo após o implante, as chances de que o tratamento não funcione são maiores. É preciso respeitar seu organismo, e entender que sempre é preciso de tempo para a cicatrização correta de cada processo.

Não se esqueça: sempre procure a indicação dos melhores profissionais para procedimentos como esse. A saúde bucal é um dos itens com os quais devemos ter mais cuidado em nosso dia-a-dia. Consulte seu dentista regularmente.

Para o acompanhamento completo da saúde da sua família, procure a Clínica di Paula. Entre em contato pelo telefone (61) 3382-7494 ou por e-mail contato@clinicadipaula.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>