Como o álcool pode prejudicar sua saúde bucal

sono do bebê
Sono do bebê: mitos e verdades
20 de junho de 2017
Mostrar tudo

Como o álcool pode prejudicar sua saúde bucal

Saúde bucal

Muito se fala em alimentos e bebidas que prejudicam a saúde bucal. Bebidas como o café e refrigerantes já são evitadas por muitas pessoas que se preocupam com a saúde dos dentes, por conterem ácidos e açúcares que prejudicam os dentes e a mucosa bucal. No entanto, um inimigo que muitos não percebem é o álcool. Sabemos que o álcool, quando consumido em excesso, faz muito mal para o corpo e pode causar uma série de problemas para quem faz a ingestão da bebida sem moderação.

 

Segundo pesquisa do IBGE, publicada pela Folha de São Paulo, 36,3% dos homens e 13% das mulheres brasileiras consomem bebida alcoólica. No entanto, apenas 16% dessas pessoas consideram os malefícios que o álcool traz para a saúde bucal. Escrevemos esse blog post para informar sobre os malefícios causados pela ingestão desse tipo de bebida.

Enfraquecimento dos dentes

Você sabia que as bebidas alcoólicas possuem elevado teor de ácido? Os vinhos, por exemplo, possuem acidez muito elevada. Os espumantes são ainda mais ácidos, uma vez que suas bolhas são feitas de dióxido de carbono, que é muito ácido. Quando se faz a ingestão de bebidas ácidas, ocorre a corrosão da camada de cálcio que fica na superfície dos dentes, porque o ácido amolece o esmalte e enfraquece a estrutura do dente. Uma vez que o esmalte está desgastado, os nervos ficam mais expostos, o que aumenta a sensibilidade dos dentes e causa dor.

Quando se coloca algo ácido na boca, como algumas frutas, café e até mesmo o chocolate, a camada protetora de cálcio que fica na superfície dos dentes começa a se dissolver. Isso porque o ácido amolece o esmalte e enfraquece a sua estrutura. Quando o esmalte é desgastado, os nervos podem ficar mais expostos, o que causa sensibilidade e dor.  

 

Surgimento de manchas nos dentes

Como explicamos acima, o ácido desgasta o esmalte do dente, e por isso ocorre também a exposição da dentina, que é uma camada dos dentes mais escura e amarela. Quanto mais escura for a bebida consumida, mais esse quadro se agrava. Evite vinhos tintos e bebidas que tenham café em sua composição. Cuidado na escovação: você pode até remover algumas manchas mais superficiais com a escovação, mas se escovar de forma incorreta, pode remover ainda mais o esmalte dos dentes. Se seus dentes estiverem manchados, suspenda o consumo de álcool e procure um dentista para realizar o tratamento de seus dentes.

 

O açúcar

O açúcar é um dos maiores vilões presentes nas bebidas alcoólicas. Isso porque as bactérias naturalmente presentes na nossa boca se alimentam desse tipo de açúcar e liberam um ácido que aumenta as chances de que a pessoa desenvolva cárie nos dentes.  O ácido presente nas bebidas alcoólicas ainda potencializa esse efeito. Quando optar pela ingestão de bebidas mais doces, evite as mais líquidas, que são mais ácidas, ou coquetéis sem gás.

 

Quanto tempo esperar para escovar os dentes?

Após fazer a ingestão de bebidas alcoólicas, o ideal é esperar cerca de uma hora e meia antes de escovar os dentes, pois isso permitirá que a superfície do esmalte endureça (o álcido presente nas bebidas tende a amolecer essa superfície) e não se desgaste durante a escovação.

 

Mau hálito

O álcool provoca a desidratação do corpo, o que também se reflete na mucosa bucal: o fluxo de saliva é reduzido. Quando a boca fica mais seca, a proliferação de microorganismos que formam a placa é facilitada, e a placa é uma das principais causas do mau hálito. Além disso, o aumento da placa bacteriana aumenta o risco do surgimento de doenças na gengiva e de cáries nos dentes. Se fizer a ingestão de bebida alcoólica, lembre-se de se hidratar muito bem. Beba copos de água entre uma bebida e outra, e continue a hidratação quando chegar em casa.

 

Aumento do risco de câncer de boca

De acordo com o Cancer Research UK, entre 75% e 80% dos pacientes de câncer de boca afirmam que são bebedores frequentes de álcool. Se o hábito do consumo de álcool for associado com o tabagismo, por exemplo, esse risco é aumentado em até 30%. A mucosa bucal é muito sensível e o álcool tem efeito direto nas células desses tecidos.

Dicas para amenizar os efeitos do álcool em sua saúde bucal

Assim como no consumo de alimentos doces, não é necessário cortar o consumo de álcool completamente. O ideal para nosso corpo seria que não fizéssemos a ingestão desse líquido, mas você pode obter muitos benefícios se conseguir reduzir consideravelmente o consumo de bebidas alcoólicas e adotar alguns cuidados extras. Sempre que possível, enxágue a boca após ingerir uma bebida. Lembre-se de esperar o tempo de uma hora e meia após beber para escovar os dentes, e use canudos para diminuir o contato direto da bebida com os dentes. Beba copos de água entre uma bebida e outra, para se hidratar. Uma última dica é ir reduzindo o consumo de álcool aos poucos, vá cortando algumas doses até beber muito pouco ou nada.

Evite bebidas em casa – deixe-as apenas para reuniões com amigos, festas ou outras situações esporádicas. Você fará um bem enorme ao seu organismo!

 

Não se esqueça: para o acompanhamento completo da saúde da sua família, procure a Clínica di Paula. Entre em contato pelo telefone (61) 3382-7494 ou por e-mail contato@clinicadipaula.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>